terça-feira, 7 de setembro de 2010

Melancolismo

Deixei você cantar pro seu mundo ficar Odara!

E, vi que nesse negócio de cantar você é melhor que eu...

Eu amei. Amei como se nada. Amei você.

E você...


Olha cada pedacinho de mim

Mede qual parte é tua

traços e centímetros não medidos são meus

o resto é dela


São ela, é elas, me delas, mi vela

mim nela, cadê ela

de ladinho em meu ouvido bateu um vento

falando que ela seria minha um dia


Disse que nas luas novas as rosas novas não fugiam mais

mas elas se escondiam ainda

não tinham tantas lindas mais nas ruas, ou na rua

na luas... Procuro todos os dias a que eu vejo num único dia



Não há esperança pro meu coração partido

sei que está se preparando-se pro seu ferimento-se

antecipando a cicatrização, o medo

meu corpo criou a cicatriz antes de ela aparecer, só pra me curar mais cedo


Você não me contou nenhum segredo

No fundo eu sabia desde o início

você não era um comício ou um orifício fácil

era um lugar pra eu ficar de vez em quando


duas horas da madrugada, noites, mulhere des pele


À flor da pele tem pele

à flor do cu tem merda

aflora toda a dor na morte enriquecida de antecipamentos perdidos

inconsciente coletivo


Jung

Freud

foda-se


Não se despede sem um não.

11 comentários:

Rafael disse...

Um grande viva à flor do cu que tem merda
VIVA

Quem é a dona das mente feminina? disse...

Música de fundo azedume do Los Hermanos.

flaviadoria disse...

Mandando Freud tomar no meio do olho da flor do cu. Agora, meu querido, quem arrebentou a boca do balão foi você!

\o/

Taiyo Omura disse...

quero aulas de poesia,
quanto vc cobra?

chorei, ri, fiquei tenso, cheguei a molhar as calças e sujar a cueca. melar a cueca.

cheguei a suar.

quero aprender sobre poesia.

como você faz?

Edu disse...

Cara! Vc é Freud!

Pra mim, de algum jeito, vc conseguiu misturar a loucura q é o sofrimento por antecedência, o looping terrível em que mulheres nos deixam quando mexem com a gente, e ainda me fez acreditar q uma puta pode mto bem satisfazer problemas freudianos! hahahaha

E se alguém não entendeu, Freud-se!

Abraz!

Aline Besouro disse...

ah, eu gosto de freud
sem freud não froid,
bisous au coeur

Álvaro disse...

Hahahahhahahaahah!!

Desculpe decepcionar a todos! Mas minha intenção não era xingar Freud!
Freud foi um grande homem!

Eu apenas escrevi foda-se em baixo do nome dele, o que não significa que estou a xingá-lo...

Edu disse...

Acho que já comentei assim antes mas...

Às vezes um charuto é só um charuto... às vezes um verso é apenas um verso.

DROGA!

Abraz!

Marcio Nicolau disse...

o que eu chamo de catarse isso aqui.

Marcio Nicolau disse...

"Não há esperança pro meu coração partido"

sabe que o cerébro da gente exclui a negativa?

mais um cara disse...

Acho que devemos reformulas as questões da poética e jogar o nome da rosa no lixo isso é comédia pura meu bom !!1